Cuiabá, Domingo, 04 de Março de 2012
Contato
Expediente
Quem Somos Quem Somos
Página Inicial
Mato Grosso On Line

Copa 2014

Veja como anda as obras dos estádios para copa 2014

R7
Arena Pantsnal já tem mais de 40 por cnto de obras realizado
A 831 dias para a abertura da Copa do Mundo de 2014, no Brasil,veja o levantamento do Portal da Copa do governo federal sobre a situação dos estádios brasileiros. Curitiba e Porto Alegre são os grandes problemas para a organização da Copa.

Por problemas financeiros, a reforma da Arena da Baixada demorou a sair do papel e, neste momento, ainda está na fase de demolição e fundação. Pronto, o estádio que receberá quatro jogos da primeira fase da Copa do Mundo terá capacidade para 37.696 torcedores, 2.589 para público VIP, e 1.197 para a imprensa.

Em Porto Alegre, a situação também é alarmante. Um imbróglio entre a construtora responsável pela reforma do Beira-Rio, a Andrade Gutierrez, e o Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul) atrasou as obras em mais de um ano. Nesta sexta-feira (2), o governador Tarso Genro anunciou que houve um acordo entre os dois sócios e a reforma deve voltar a andar.

Estimada em R$ 290 milhões, a nova arena receberá cobertura metálica, que protegerá os 60 mil lugares numerados, as rampas e os acessos aos portões. A arquibancada inferior será ampliada e ficará mais próxima do campo, e todo o anel inferior passará a contar com camarotes e suítes.

Dentro do prazo


A situação mais confortável é a de Fortaleza. O Castelão fechou fevereiro com 59,2% das obras concluídas e a previsão é que o estádio seja entregue em dezembro.

A arena cearense, que vai custar R$ 474,8 milhões, terá 66 mil lugares, estacionamento, centro olímpico, piscina e ginásio multiuso, além de geração de energia eólica (pelo vento). A arena receberá uma semifinal da Copa das Confederações, em 2013, e seis jogos da Copa de 2014, incluindo um da Seleção Brasileira.

Em Salvador, as obras da Fonte Nova também estão dentro do prazo. A capital baiana encerrou o mês de fevereiro com 53% das obras do estádio concluídas. A capacidade será de 55 mil espectadores e o investimento total previsto é de R$ 597 milhões.

Brasília está em terceiro lugar no ranking dos estádios mais adiantados. Com mais de 50% do empreendimento concluído, o Estádio Nacional Mané Garrincha será palco da abertura da Copa das Confederações. No local, cerca de 3.000 operários se revezam em dois turnos. Preparada para abrigar 71 mil torcedores, a arena é, também, a que vai abrigar mais jogos do mundial de 2014: serão sete partidas. Custará R$ 920 milhões e tem entrega prevista para 31 de dezembro de 2012.

As obras no estádio da capital mineira também cumprem o cronograma. O Mineirão tem entrega prevista para dezembro e conta com metade das obras concluídas. A fase atual envolve a montagem da arquibancada inferior e a esplanada ao redor da arena está com 25% das peças instaladas, sendo que as outras 75% estão fabricadas.

Com quase 45% da obra física executada, a Arena Pantanal, em Cuiabá, mais conhecida como Verdão, terá capacidade para 43,6 mil espectadores, a um custo estimado de R$ 518,9 milhões. A previsão de entrega é até janeiro de 2013, mas isso não a faz candidata a abrigar um jogo na Copa das Confederações.
 
Sinal amarelo

Manaus inaugura o grupo de cidades-sede da Copa cujos estádios estão com apenas um terço das obras concluídas. A Arena Amazônia, palco de quatro jogos da fase de grupos do Mundial, terminou fevereiro com 35% do projeto em pé. O investimento previsto é de R$ 533,2 milhões, sendo R$ 400 milhões de financiamento federal. A capacidade será de 43 mil espectadores.

Com o mesmo percentual das obras prontas que Manaus, o Rio de Janeiro prevê entregar o Maracanã em fevereiro de 2013. Com custo estimado em R$ 883,5 milhões e capacidade para 76.525 espectadores, a sede do encerramento da Copa do Mundo também tem presença garantida na Copa das Confederações.

A Arena Pernambuco, no Recife, com 32% das obras concluídas em fevereiro, está lutando contra o tempo. O palco de cinco jogos da Copa terá capacidade para 46 mil torcedores e está orçado em R$ 500 milhões. Na segunda semana de março, a arena será vistoriada pela Fifa, que deve anunciar se a cidade abrigará algum jogo da Copa das Confederações.

Fevereiro marcou a construção dos primeiros pilares da Arena das Dunas, em Natal. Segundo o consórcio responsável pela construção, serão 800 ao todo, com nove meses de execução. A arena, que está 20% concluída, receberá quatro jogos da primeira fase da Copa de 2014. O estádio terá capacidade para 45 mil torcedores, com investimentos somando R$ 417 milhões. A previsão de entrega é dezembro de 2013.

São Paulo encerra a categoria dos estádios que estão em andamento. Com mais de 25% das obras concluídas, a Arena de Itaquera tem previsão de entrega para dezembro de 2013 e conta com 1.430 operários trabalhando em três turnos em sua construção.

Em 04/03/2012 às 09:47:54 - por Redação/R7

Imprimir Comentar Compartilhar:  

Busca

© Mato Grosso On Line - Todos os direitos reservados.